Cuidados de pele: Como passar do verão para o outono e inverno?

Perfumaria Lélia

14 Outubro 2019

Sem comentários

Início Cosmética

Cuidados de pele: Como passar do verão para o outono e inverno?

Depois da praia, em que a exposição solar foi uma constante, a pele da cara está mais sensível. Assim, para além de um cuidado de hidratação diária, deve apostar em máscaras, tónicos e séruns, e também em cremes de contorno de olhos, uma das zonas da cara que revela os primeiros sinais de envelhecimento e que é de extrema delicadeza.

Descubra o que deve mudar, do verão para o inverno,  nos cuidados diários da sua pele:

Do verão para o inverno: o que muda?

 

No verão, as altas temperaturas fazem-se sentir numa pele com tendência para produzir mais oleosidade.

É por isso que usamos hidratantes leves e, normalmente, fórmulas em gel. Mas nos meses frios, a humidade tende a baixar e os níveis de hidratação da pele caem. Ares condicionados quentes, vento frio, banhos intermináveis…

 

A sua pele fica mais seca, baça e sensível.

É por isso que, na mudança da estação, deve trocar o seu creme leve por um hidratante rico e nutritivo, e introduzir alguns extras importantes. Esta adaptação é fundamental para responder a todas as necessidades da sua pele o ano inteiro.

3 passos na mudança sazonal:

Passo 1: limpeza

No frio, deve concentrar-se acima de tudo na hidratação. E o primeiro passo para que isso aconteça é mesmo a limpeza.

Passo 2: Sérum e booster

Já que a hidratação é a palavrinha mágica nos cuidados de pele durante o outono e o inverno, é importante, agora, introduzir um sérum ou booster na sua rotina exatamente entre a limpeza e a hidratação. É um passo extra mas que vale a pena.

Passo 3: hidratação

Se tem tendência a ficar com a pele seca nas estações mais frias, o último passo da sua rotina diária tem mesmo de ser uma camada de hidratante que consiga bloquear a humidade na pele..

Por fim, não se esqueça de usar protector solar durante todo o ano e todos os dias, quer esteja sol ou nublado.

 

Mesmo quando o sol não espreita, não se deixe enganar: os raios ultravioleta estão presentes todo o ano e são nocivos para a pele e para os olhos. Sabia que o uso regular do fotoprotetor durante a infância e adolescência reduz a incidência na vida adulta do cancro cutâneo em 78%?

Lembre-se que o protetor solar é a sua primeira linha de defesa contra os raios UV e vai funcionar como um escudo perfeito. Procure fórmulas que sejam leves e que possam facilmente ser utilizadas por baixo da maquilhagem.